Selecione o ano


PIB 2016

[ Home]
08/03/2017

PARA CONSTRUÇÃO CIVIL, RESULTADO DO PIB É COERENTE COM A CRISE

A retração de 3,6% do PIB brasileiro em 2016 confirma a magnitude da crise econômica que assola o Brasil e renova o desafio em torno de sua superação. Para empresários da construção civil, os dados divulgados pelo IBGE exigem esforço ainda maior na adoção de medidas que revertam o cenário de deterioração e favoreçam a retomada do investimento no país. “Esse resultado aponta o ápice da crise e o tamanho do desafio que temos a enfrentar”, avalia José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção. “Fica claro que o investimento foi o grande responsável pela desaceleração do PIB e sua recuperação é determinante para o país voltar a crescer, como temos dito”, acrescenta.

Pesquisa apresentada pelo IBGE registra queda de 3,6% do PIB nacional e de 5,1% na atividade da construção civil. A pesquisa aponta, ainda, uma redução de 2,8% da força de trabalho do setor. Para o presidente da CBIC, considerando o peso da construção civil no investimento (55%), uma recuperação consistente da economia brasileira passa pelo reaquecimento da atividade do setor. “O governo está avançando na agenda de reformas estruturantes e na redução das taxas de juros, movimento essencial para reanimar a economia. Nossa expectativa é perceber um novo cenário já no segundo semestre”, diz Martins.